Punk x Grunge

Abril 4, 2013 § Deixe um comentário

893709_10200751761146113_1108347065_oEditorial “Pretty in Punk”, Nylon Magazine Abril/13

Para Jean Paul Gaultier, o “grunge não é nada mais do que a maneira como nos vestimos, quando não temos dinheiro”. O designer disse isso à Vogue, em 1993. Para ele, o estilo nasceu da necessidade de um visual funcional e barato, com camisas de flanela para aquecer e botas para manter os pés secos. Em 1989, a banda Nirvana, formada por quatro jovens sem grana, chamou a atenção com seu estilo musical que, naquele momento, se destacou no meio da avalanche pop. O sucesso da banda e seus fãs tornaram o grunge um fenômeno mundial, até mesmo para os jovens que vivem nos trópicos.

O punk foi anti-fashion. Fruto da cultura anti-capitalista do faça você mesmo (DIY – Do it Yourself), com visual agressivo e rebelde. A palavra-chave desse movimento é: contracultura. Ao contrário do grunge, o punk já nasceu como um movimento com objetivos bem específicos.

Grunge-heroSteven Meisel para Vogue, dezembro/1992

Em 1992, o grunge apareceu nas passarelas como tendência apresentada pelo jovem Marc Jacobs para Perry Ellis, Anna Sui e Christian Francis Roth. O impacto desses desfiles foi imediato, dividindo opiniões dos críticos de moda. Famosa por suas opiniões ácidas, Suzy Menkes chegou a dizer que o “grunge é medonho”. Depois de tanta polêmica, Marc Jacobs perdeu o seu emprego na Perry Ellis.

Se a idéia é vestir com pouca grana, a moda pegou o grunge e produziu modelões com preços absurdos! O jogo virou e a elite começou a usar looks amarrotados com silhuetas mais folgadas. Desde então, o estilo vive altos e baixos na moda.

PUNK_landing2

Em maio, o Museum Metropolitam of Art (MET) vai inaugurar a exposição “Punk: Chaos to Couture”, uma análise sobre o impacto do punk na moda, desde o seu nascimento da década de 1970. Com cerca de 100 designs para homens e mulheres, a exposição inclui vestuário da moda punk original e recente, para ilustrar como a alta costura e o pret-à-porter se influenciaram com o movimento. Com foco na relação do “faça você mesmo” do punk, e do conceito de alta costura do “feito sob medida”, as sete galerias serão organizadas em torno dos materiais, técnicas e acessórios associados ao estilo da contracultura.

Captura de tela 2013-04-04 às 14.05.09

Para o inverno de 2014, vimos na semanas de moda internacionais que o grunge se aliou ao punk e está de volta com força total! Novos padrões de xadrez, mini-kilts, correntes, couro e botas ganharam fôlego em uma nova concepção do estilo. Foi em Milão que a tendência ganhou força, com Moschino, Versace, Fausto Puglisi e Blugirl (foto acima).

Captura de tela 2013-04-04 às 14.48.17CHA_2227.450x675

Em Paris, com Céline, Junya Watanabe, Saint Laurent, Givenchy e Chanel.

Captura de tela 2013-04-04 às 14.51.14

Em Londres, com Moschino Cheap & Chic, Clements Ribeiro, Christopher Kane e Margaret Howell.

Para consolidar 2013 como o ano do punk/grunge, esta semana a Saint Laurent Paris divulgou as imagens de sua companha com astros do rock como Courtney Love, Kim Gordon e Marilyn Manson. Isso tudo prova que nem sempre os críticos de moda tem razão.

O Polêmico Video da Louis Vuitton

Abril 4, 2013 § Deixe um comentário

122398-130329-louis-vuittonCena do video de outono/inverno da Louis Vuitton

A Louis Vuitton foi acusada de glamurizar a prostituição após lançamento do video que divulga a coleção de outono/inverno da grife, provocando indignação França. Vários advogados e intelectuais assinaram uma carta publicada em jornal de esquerda que acusa a maison de “assimilar o luxo à atividade mais lucrativa do mundo, depois do tráfico de drogas”. O advogado Dominique Attias disse que o video é “uma representação extremamente chocante das mulheres”.

Na campanha, Georgia May Jagger e Cara Delevigne passeiam pelas ruas escuras de Paris vestindo lingeries e inclinando-se nas janelas dos carros, entre outras cenas sensuais. O video foi feito para o site da revista LOVE, comstylling assinado por Katie Grand. A direção ficou por conta de James Lima, que já fez filmes para a Prada e Loewe. Apesar da Louis Vuitton não ter se manifestado sobre o video, Grand pediu desculpas aos que ficaram ofendidos e disse que essa não era a intenção.

helmut newton yves saint laurent 1Foto de Helmut Newton para a Vogue

Por outro lado, vemos no video fortes referências ao fotógrafo Helmut Newton, que trabalhava com uma estética altamente sexual e tem como trabalho mais famoso uma série de fotos para a Vogue, em 1975, com mulheres nuas ou usando terninhos.

A moda está sempre explorando esse tema, como vemos nas fotografias de Ellen von Unwerth, Terry Richardson, Steven Meisel, entre outros fotógrafos. A própria revista LOVE é conhecida pela sua estética diferenciada, com editoriais não convencionais. As campanhas de perfumes também vivem sofrendo críticas e censuras pela estética (ou até mesmo apelo) sexual. A questão é: até onde podemos avançar no tema sem que pareça vulgar ou apelativo, propondo um olhar contemporâneo e poético sobre a sexualidade da mulher? Certamente, Helmut Newton causou essa mesma reação com suas fotos naquela época e hoje em dia ele é um ícone.

*Texto escrito originalmente para evelynb.com.br/visoes

Fora do Figurino

Abril 4, 2013 § Deixe um comentário

cartaz-oficial-em-portugues-do-filme-fora-do-figurino---as-medidas-do-jeitinho-brasileiro---poster-nacional-1363734334764_735x1080

Quem trabalha na área de moda, vai se interessar muito por esse documentário sobre o sistema antropométrico brasileiro. Com direção de Paulo Pélico, o filme mostra as dificuldades de comprar roupa num país que possui uma miscigenação infinita e possui padrões de medidas estrangeiros que não se encaixam na nossa população. Essa queixa, que vai de Santa Catarina ao Piauí, envolve anônimos e celebridades, como Ana Maria Braga, Adriane Galisteu, Regina Duarte, Odilon Wagner e Beatriz Segall. O documentário mostra, por exemplo, que a média de desperdício é de 20 cm para fazer a bainha de uma calça. Uma loucura! Já que a imprecisão métrica deixa o vestuário cada vez mais caro.

Apesar do filme não ter um ritmo que prende a atenção e de não apresentar soluções a curto prazo para o problema, vale a pena assistir pelas entrevistas com cidadãos de várias partes do país, costureiras, estilistas e empresários no Brasil e nos Estados Unidos. A pesquisa também revela que o problema abrange os calçados, móveis, uniformes e até preservativos. Assista ao trailer:

*Texto escrito originalmente para evelynb.com.br/visoes

Saint Laurent Music Project

Abril 4, 2013 § Deixe um comentário

1034338

Para a próxima campanha da Saint Laurent Paris, Hedi Slimane fotografou Kim Gordon, courtney Love, Marilyn Manson e Ariel Pink, dando continuidade ao Music Project – já que na última temporada o músico Beck foi astro da campanha, ao lado da modelo Edie Campbell. Kim Gordon aparece nas fotos usando um smoking, mantendo a sua característica “mannish”, estilo bem marcado no último desfile da grife. Courtney Love, que já foi fotografada várias vezes por Slimane, aparece em casa usando um terninho risca de giz e uma camisa de seda plissada. Marilyn Manson e Ariel Pink vestem jaquetas biker de couro.

Desde que entrou na maison, Slimane vem fazendo ações que marcam a transição da grife para um novo ciclo, escolhendo “não-modelos” para as suas campanhas e associando cada vez mais a marca a um estilo grunge e rock’n’roll, sempre com uma pegada musical muito forte. Este novo ciclo ficou bem marcado em seu desfile de inverno 2013, que aconteceu em Paris no início de março.

1034339 1034340 1034341 1034342 1034343 1034344 1034345 1034346 1034347

 

*Texto escrito originalmente para evelynb.com.br/visoes

Where Am I?

You are currently viewing the archives for Abril, 2013 at Camila Felix.

%d bloggers like this: